Quarta-feira, 27 de Fevereiro de 2008

" NOVELA PREMIO GOYA "

 

 

Uma noticia da Lusa, dá continuidade à  " novela" referente ao prémio Goya , uma vez que, as noticias vão sendo publicadas, mas, sem serem esclarecedoras, antes me parecendo que pretendem lançar a confusão, até que o assunto caia no esquecimento.

 

Senão vejamos : A  Academia das Artes e Ciências Cinematográficas Espanhola, afirmou à Lusa, que o  " Fado Saudade", foi composto especialmente para a película de Carlos Saura , o filme " Fados.  Diz ainda a noticia, que esta afirmação da Academia, assenta em consulta feita ao produtor do filme, Ivan Dias.

 

É evidente, que a Academia, dificilmente voltará atrás na decisão que tomou ( que desprestigio seria para a Academia, reconhecer que errou ), a não ser, que, seja pressionada pelos outros concorrentes, que não foram premiados, o que, também , não será fácil que aconteça, porque, os artistas espanhóis, também, dificilmente entrarão em ruptura com a Academia, porque, se o fizessem, é natural que ficassem, como se costuma dizer " marcados" para sempre. Não será decisão fácil, enfrentar a Academia !

 

Mas, a Academia, acredita no produtor Ivan Dias ? A Academia, não tentará saber, quais os conhecimentos que ele tem do fado ? Que autoridade, tem o Sr. Ivan Dias, ( que pouca gente do "meio" do fado conhece, e que se trata de um miúdo "interessantíssimo ", mais novo que os filhos de Carlos do Carmo), para levar a Academia, a acreditar na sua opinião, ainda por cima, sabendo que ele é parte interessada, e que portanto, poderá estar a "puxar a brasa à sua sardinha" ?

 

Esta estória não cheira bem !!!

 

Por outro lado, a noticia da Lusa, não é tão conclusiva, como se poderia esperar, porque diz que o Fado Saudade, foi composto especialmente, para a película de Saura , e aqui, podem estar somente a apreciar a poesia, e, se assim for, todos nós confirmamos, que a letra foi feita especialmente para o filme. O que foi levado à Academia, foi só a letra do fado, ou foi também a musica ?

 

A confusão continua a reinar, porque no texto da Academia, enviado à agência noticiosa, refere-se, à Melhor Canção Original, o que de acordo com os regulamentos do prémio Goya , obriga a que a letra e musica, sejam originais, e criados, expressamente, para a película , o que não aconteceu, e que até é confirmado na mesma noticia da Lusa, que afirma que a Soc . Portuguesa de Autores, em comunicado assinado pelo maestro Pedro Osório, na qualidade de assessor da direcção, diz, que o Fado Saudade, com letra de Fernando Pinto do Amaral, tem música do Fado Menor, que é tradicional.  Então, se é a própria SPA, a afirmar, através do seu assessor, segundo a noticia da Lusa,  que a música é do Fado Menor, ( de autor desconhecido, é certo, sem que ninguém tenha direitos de autor ), como pôde ser atribuído o prémio, se, O FADO MENOR, NÃO SÓ NÃO É ORIGINAL, COMO TAMBÉM NÃO FOI CRIADO ESPECIALMENTE PARA O FILME ?  Deram esta informação à Academia ? Disseram à Academia, que a música do Fado Saudade tem cerca de 100 anos ?  Não acredito que tenham fornecido indicações correctas e transparentes à Academia !

Mas, e não ignorando os conhecimentos musicais do maestro Pedro Osório, o que ele afirma é lei ?  Pela noticia que foi publicada, o maestro, apenas exprime a sua opinião. É apenas isso, é só a opinião dele, que eu não acredito que ponha um ponto final na decisão que a SPA, deverá ter que tomar. O maestro afirma, e o assunto está encerrado ?  Então a SPA, só acredita no maestro, e não acredita noutros músicos e fadistas, que até poderão ser seus associados e com muitos anos de fado ? Por exemplo, no João Braga, no João Ferreira Rosa, no Rodrigo ,ou no Tó Moliças , que são vozes a serem ouvidas, para além de outros grandes músicos ?

Este assunto, num País civilizado, como queremos que seja o nosso, PARA DEFESA DO NOSSO FADO, terá que ser amplamente discutido e analisado, por quem de direito, ( sobretudo, músicos e cantadores ), porque também parece não convencer ninguém, a afirmação do maestro Pedro Osório, segundo a Lusa, de que sendo o Fado Menor uma música tradicional, não tem melodia fixa, pelo que o interprete improvisa, ou planeia a melodia que vai utilizar.  Este aspecto, é que me parece que tenha que ser abertamente discutido, por pessoas habilitadas musicalmente, porque me recordo de um comentário que já li, de que bastará acrescentar um plim-plim qualquer a uma musica, para reclamar a sua autoria. Será assim ?

Deixo essa discussão para os músicos , para se poder chegar à conclusão, de que a musica do Fado Saudade, é a do Fado Menor com Versículo , e se assim for, pagar os direitos, que são devidos aos herdeiros de Marceneiro. 

 

Mas, para já, um dado me parece certo, é que a musica do Fado Saudade, é a do Fado Menor, como já foi afirmado, que não é original, nem foi feita exclusivamente para o filme, razão porque o Goya , terá sido mal atribuído .

 

A terminar, a SPA levou tanto tempo a pronunciar-se sobre um assunto tão polémico ?

 

E que dizer, de uma afirmação de Ivan Dias, "- que o Fado da Saudade, é um fado menor em versículo com arranjos dos músicos que acompanham Carlos do Carmo ? É o tal plim-plim ?

E estava registada na SPA ?  E que dizer, de uma noticia de 10 de Fevereiro, que referia " que  fonte da Administração da SPA, afirmou à Lusa que o fado menor com versículo está registado naquela cooperativa -" ?  Por quem, pergunto ?   E, que dizer ainda, sobre uma noticia "- que dizia que a mesma fonte, acrescentou, que qualquer utilização deste fado, deve ter autorização da SPA, e que a mesma não foi pedida para este fado de Alfredo Marceneiro ?-"

 

Que autoridade musical, ou cultural, poderá pôr fim a este diferendo ?  Quando acabaremos, com esta "trapalhada" ?  É o fado menor em versículo ?  É o fado menor sem melodia fixa ? É o fado menor em versículo , com vários estilos consoante quem o canta ?  Trata-se de um apêndice musical, que é criado à melodia do fado menor, é especifico de quem o faz, residindo aí a sua criatividade, sem prejuízo de Alfredo Marceneiro ter feito a sua autoria ? É um fado menor em versículo de que o povo se apropriou, e a que cada um dá o seu estilo ?

Está tão mal o Fado, para que não se levantem vozes conhecedoras, respeitadas e abalizadas, para esclarecer este assunto ?

Em que ficamos?

 

Zé da Viela

 

 


publicado por Zé da Viela às 13:57
link do post | comentar | favorito
|
Choram guitarras....

..Pintura a óleo de José Malhoa " O Fado "


.. Sou o Zé da Viela

.. seguir perfil

. 5 seguidores

..Visitas à Viela

count website hit
Date.com Dating Site

online

Amália...sempre!

..Abril 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


..Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

..Vielas recentes

.. VOLTASTE, AINDA BEM QUE V...

.. VOLTA, ANA ESTÁS PERDOADA...

.. VII GALA AMÁLIA RODRIGUES

.. SEMPRE O NOSSO FADO

.. TUDO ISTO É FADO

.. ATÉ QUALQUER DIA, AMIGO

.. MARIZA CONFESSA-SE

.. ADEGA MACHADO

.. PARABÉNS JOSÉ MANUEL OSÓR...

.. AMÁLIA RODRIGUES

..links

..tags

.. todas as tags

..tags

.. todas as tags

..links

..pesquisar

 
SAPO Blogs

..subscrever feeds