Terça-feira, 29 de Abril de 2008

PRÉMIO GOYA - PONTO FINAL

A atribuição deste prémio, deu origem a grande polémica, que levou a que muito se tivesse escrito sobre o assunto, assim como, que tivesse originado grandes "discussões", nos meandros do Fado. E, agora pergunta-se : valeu a pena ?  Claro que valeu, porque ficámos a conhecer pormenores que nos eram desconhecidos, e ficámos a conhecer também, o comportamento de pessoas, de quem esperávamos mais dignidade.

 

Mas, é evidente, que também serviu para nos confirmar, a nossa maneira de actuar, tipicamente portuguesa, ( não somos perfeitos...), em que, por norma, os principais envolvidos, (quase sempre, pessoas notáveis e grande gabarito...), não dão a "cara", não se "retratam" e não se justificam, aproveitando-se da nossa habitual "cultura", que os leva a pensar, que, quem contesta, reclama e procura a verdade, um dia vai cansar-se, e deixa de falar no assunto... e é precisamente isso que me parece estar a acontecer.

 

Mas, infelizmente, esta   "táctica" não é privilégio do Fado, porque ela aplica-se a quase todos os quadrantes da nossa sociedade, onde, por exemplo, até há pouco tempo se verificaram, no sector financeiro , "habilidades", que quase destruíam " o maior banco privado português, sem que até hoje se tenham encontrado os culpados, que, quem sabe, continuam à "solta" abrigados em indemnizações milionárias, e, em reformas bem confortáveis. E, reparem, que cada vez se fala menos no assunto. A resposta é sempre a de que as averiguações continuam, mas nunca têm fim...porque nunca se sabe o resultado , e, deste modo, a culpa morre sempre solteira....  Por razões, algo semelhantes, no País do Goya , um grande banqueiro, como Mário Conde, teve a prisão como destino.

 

Mas, vamos ao Fado que é o nosso principal objectivo, lamentando, uma vez mais, que os principais intervenientes do Goya , como realizador, produtor, conselheiros musicais e interprete, nunca tivessem aparecido a esclarecer a opinião pública. E. se não o fizeram, já não o fazem !

Mas muito lamentável ainda, foi o silêncio das autoridades que presidem aos pelouros da cultura, que, também não quiseram "pegar" no assunto.  Todos eles conhecem bem os portugueses... e sabem que somos um povo de brandos costumes...

 

Deste modo, e pelo andar da "carruagem", é quase certo, que, a mal afamada "novela" do Goya , acabará com a oferta da "estatueta", a uma "Instituição de Caridade", ao Museu do Fado, ou à Sociedade Portuguesa de Autores, e, mais uma vez, como é nosso apanágio, não haverá culpados...

 

Resta saber, quem fará a oferta. Será o poeta que foi o único ganhador, ou será que a oferta será feita por quem nada ganhou ?  Aguardemos....

É tão bom, estar sentado, no conforto da cadeira da verdade !

Zé da viela


publicado por Zé da Viela às 15:32
link do post | comentar | lê o que se comenta (2) | favorito
|
Sexta-feira, 18 de Abril de 2008

ALEGREM-SE OS FADISTAS

Num curto espaço de tempo, vamos ter duas grandes "manifestações" fadistas, como são a Gala Carlos Zel , no Estoril, e os prémios Amália Rodrigues, a realizar em Sintra, no próximo dia 21 de Maio. Espectáculos como estes, são necessários ao Fado, porque agitam sempre o "meio" fadista, dado que, dificilmente haverá unanimidade, na escolha dos artistas a contratar e premiar, o que é perfeitamente natural.

Na Gala Carlos Zel , que honra a memória do grande fadista, e que presta um valioso contributo ao Fado, pode-se referir a repetição de alguns nomes, esquecendo-se outros, de reconhecido valor, que também gostariam de participar, e salientar o ambiente elitista em que assenta, privando os apreciadores de fado, do espectáculo que eles muito apreciam, e, que acompanham quase diariamente, nos "retiros" chamados de "fado vadio".  ´

E, que poucas oportunidades de ver e ouvir os grandes nomes, e seus ídolos , têm os apreciadores de fado, cujas posses, não lhes permitem, frequentar, casinos nem casas de fado, estando limitados a vê-los esporadicamente na televisão, e, a ouvi-los através das rádios e dos CDS !

As casas de fado, fazem-se pagar de acordo com as suas necessidades de gestão, porque têm encargos fixos elevados, pelo que, os "pobres" amantes de fado, também não as podem frequentar. E, assim, chegamos à triste conclusão, de que, quem gosta de fado, poucas possibilidades tem  de conhecer os interpretes mais reconhecidos e afamados. Que pena !

Haveria que encontrar soluções intermédias, sobretudo nas casas de fado, que têm um "papel" importantíssimo na divulgação desta "cantiga" que é tão nossa, porque, para além de outros aspectos, são os "fabricantes" dos grandes nomes, que depois, quando atingem projecção internacional, até promovem o turismo e o nome de Portugal no estrangeiro, sem que sejam ressarcidas do investimento que fizeram nesses grandes nomes.  Matéria complicada, sem duvida, mas que acho que valeria a pena abordar, tal a importância que o Fado tem para Portugal, e sobretudo para o nosso povo.

Bom, mas, vamos agora ao Prémio Amália Rodrigues, que perdeu na constituição do júri, um grande nome do Fado, como é José Luís Gordo. Parece-me, que deveriam integrar o júri, mais nomes consagrados do Fado, que poderiam substituir, alguns nomes que ninguém conhece, mas que, por pertencerem à Fundação Amália, fazem parte do júri. Será, que são necessários três elementos  com ligações à Fundação no júri ?  É que, verdadeiramente, com nome no "meio" fadista, apenas figuram Helder Moutinho e Nuno Lopes, porque Machado Soares é de "outro" fado, também encantador, como é o Fado, ou a Canção de Coimbra, mas a selecção dos galardoados, é feita no chamado fado de Lisboa, porque entre os premiados, não há ninguém, do Fado, da Canção ou até da Balada de Coimbra.

Mas, penso que apesar de tudo, as escolhas dos premiados não serão grandemente contestadas, porque quem "anda" no Fado, vai concordar, sem grande relutância, com os nomes que foram eleitos, sendo certo que muitos outros nomes, poderiam substituir os eleitos, situação, que atribui ao júri um "trabalho arriscado", porque apenas um, em cada categoria pode ser premiado. Mas, como os Prémios Amália, apesar dos problemas existentes na sua Fundação, se irão realizar por muitos e longos anos, todos os que merecerem o prémio terão oportunidade de o vir a receber nas Galas, que se irão realizando.

Vejamos :

 

Ana Moura.........................................................  Melhor interprete

Beatriz da Conceição......................................  Prémio Carreira

Moniz Pereira....................................................  Prémio Composição/Poesia

Vitor Duarte Marceneiro..................................  Prémio Ensaio/Divulgação

Pedro Moutinho................................................  Melhor Álbum

Carlos Manuel Proença  ( Viola)...................  Melhor instrumentista

Marco Rodrigues.............................................   Prémio Revelação

 

Caros amigos, os nomes estão escolhidos, e os prémios vão ser atribuídos .

Concordam ?

Fico a aguardar os vossos comentários.

Zé da Viela

PS - Penso, que seja importante referir, que alguns artistas consagrados e com carreiras brilhantes, dificilmente virão a receber qualquer prémio, por circunstâncias várias, sobretudo aqueles que mantêm diferendos com a Fundação, o que também limita, e dificulta a tarefa do júri.

Zé da Viela

 

 


publicado por Zé da Viela às 19:19
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 9 de Abril de 2008

ZÉ PRACANA

Sei que o Zé Pracana está em franca recuperação, ainda ontem dia 8 foi observado pelos médicos que o acompanham, que se mostraram satisfeitos, com o resultado dos tratamentos.

 

O Zé deve regressar a Portugal, dentro de um mês, para depois voltar aos E.U. em Julho, para finalizar os tratamentos.

 

Cá te esperamos, caro Zé Pracana, porque já temos saudades tuas e da tua guitarra.

 

Um abraço.

 

Zé da Viela


publicado por Zé da Viela às 11:28
link do post | comentar | lê o que se comenta (6) | favorito
|
Sábado, 5 de Abril de 2008

SAUDAÇÃO A JOÃO BRAGA

Caro João Braga

 

Vi no blog Lisboa no Guinness , do Vítor Marceneiro, uma mensagem que me dirigiu, que não sei porquê, não foi endereçada ao meu blogue VIELA DO FADO, mas que, no entanto, muito lhe agradeço.

 

Começo por lhe dizer, que ter merecido um comentário seu, a um texto que escrevi sobre o Prémio Goya , só por si, já justifica ter iniciado o meu blogue. Por tal facto, desde já, o meu muito obrigado.

 

Mas o meu obrigado, não se fica apenas pela sua gentileza, porque pretendo, também, que ele abranja  a sua frontalidade, e, a sua coragem, que, aliás, não são para mim desconhecidas, e que demonstram a sua coerência de pensamento, uma vez que, já tinha salientado esses valores, a par de outros, no seu livro " AI ESTE MEU CORAÇÃO", quando o dedicou, aos que amam a verdade, que defendem valores e que se batem por princípios , contra a mentira, a inveja, a hipocrisia etc,etc . E, dentro dessa linha de pensamento, que agradável é, para todos os que gostam de fado, saber da sua disponibilidade, para "desafiar quem quer que seja, a ouvir a "explicação" cantada", para desmontar de vez a confusão criada acerca da autoria do Fado Pierrot ou do Versiculo . Só não percebo, porque ainda ninguém com responsabilidades no Fado, (Ministério da Cultura, Soc . Portuguesa de Autores, Museu do Fado), teve a iniciativa de ouvir a opinião de figuras gradas do Fado, como fadistas consagrados, e músicos muito considerados e conhecedores. Ou melhor, eu sei....

 

Caro João Braga ( permita-me este tratamento ), as minhas desculpas, por ter invocado o seu nome e dessa também grande figura do Fado que é João Ferreira Rosa, mas só o fiz, porque foi para mim muito penoso , ver duas pessoas que muito admiro, serem empurradas para as subcaves....

 

Eu continuarei a escrever sobre este assunto, e brevemente, publicarei mais um texto, que se contribuir para o esclarecimento da verdade, muita satisfação me causará. E, vou escrever porque há novidades sobre o tema....

 

Aceite as minhas saudações fadistas.

 

Zé da Viela


publicado por Zé da Viela às 02:44
link do post | comentar | lê o que se comenta (4) | favorito
|
Choram guitarras....

..Pintura a óleo de José Malhoa " O Fado "


.. Sou o Zé da Viela

.. seguir perfil

. 5 seguidores

..Visitas à Viela

count website hit
Date.com Dating Site

online

Amália...sempre!

..Abril 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


..Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

..Vielas recentes

.. VOLTASTE, AINDA BEM QUE V...

.. VOLTA, ANA ESTÁS PERDOADA...

.. VII GALA AMÁLIA RODRIGUES

.. SEMPRE O NOSSO FADO

.. TUDO ISTO É FADO

.. ATÉ QUALQUER DIA, AMIGO

.. MARIZA CONFESSA-SE

.. ADEGA MACHADO

.. PARABÉNS JOSÉ MANUEL OSÓR...

.. AMÁLIA RODRIGUES

..links

..tags

.. todas as tags

..tags

.. todas as tags

..links

..pesquisar

 
SAPO Blogs

..subscrever feeds