Sábado, 24 de Maio de 2008

III GALA AMÁLIA RODRIGUES

 

Teve lugar no Centro Cultural Olga Cadaval, a III Gala dos Prémios Amália Rodrigues, onde, quanto a mim, o facto mais notavel, terá sido a revelação de que foi atribuida, finalmente, à Fundação Amália, o estatuto de utilidade publica, que, todos esperamos, seja o começo da resolução de todos os problemas, com que tem vivido aquela Fundação.

 

Parece-me, porém, que a Gala ainda não atingiu a dimensão que a Grande Artista que lhe dá o nome, merece, que, na minha opinião, deveria ser a maior manifestação fadista de Portugal,  a par da Grande Noite do Fado, que, apesar da tradição, tem vindo a perder fulgor e importancia.

 

Com a sala quase cheia, o espectáculo foi agradavel de seguir, sem grandes surpresas, quanto aos premiados, que já há muito eram conhecidos, apenas se registando a ausência da grande fadista, que é Beatriz da Conceição, que por motivo de doença, ( terá sido mesmo doença...? ), não compareceu.  De notar, também, que Vitor Duarte ( Marceneiro), não perde oportunidade, ( e quanto a mim, muito acertadamente ), de se referir à autoria do fado versiculo, como sendo de seu avô, Alfredo Marceneiro, facto que está relacionado com o Filme Fados, e com o prémio Goya, que tanta polémica tem causado, mas, que me parece, como é habitual em Portugal, estar já a cair no esquecimento.

 

Teve esta Gala, no meu entender, a presença de dois dos maiores interpretes da actualidade, como são, Camané e Ana Moura, permitindo-me felicitar  Ana Moura, porque se continuar na senda do que tem feito até aqui ( CANTAR FADO ), poderá ser a curto prazo o nome mais aclamado do Fado, destronando interpretes, que depois de terem ganho nome através do fado, se desviaram dele, com total desrespeito pela canção que as tornou conhecidas.

Ana Moura, tem tudo para poder vir a ser a NUMERO UM. Boa presença em palco, uma voz maravilhosa, um bom repertório, que agrada e toca a alma de quem gosta de fado, e apesar do nome que já tem, uma humildade e simpatia impressionantes, para além de, não fazer parte de "grupinhos", e de não aparecer "colada", nem se "colar" a quem quer que seja, nem sequer a sinfonietas...

Parabéns Ana Moura.

 

Por fim, lembrar a alguns interpretes, que, a partir de determinada etapa das suas carreiras, as responsabilidades que contraêm com o público, que os aclama e admira, também os obriga a prepararem-se, para, em palco, poderem fazer um comentário, ou um agradecimento... que diabo, são só duas palavrinhas, que até podem ser "preparadas" antecipadamente...

 

Espero, que esta Gala não sofra mais interrupções, e, que, a do próximo ano, seja muito melhor do que esta foi. AMÁLIA BEM O MERECE.

 

Saudações fadistas

 

Zé da Viela

 


publicado por Zé da Viela às 15:56
link do post | comentar | lê o que se comenta (7) | favorito
|
Choram guitarras....

..Pintura a óleo de José Malhoa " O Fado "


.. Sou o Zé da Viela

.. seguir perfil

. 5 seguidores

..Visitas à Viela

count website hit
Date.com Dating Site

online

Amália...sempre!

..Abril 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


..Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

..Vielas recentes

.. VOLTASTE, AINDA BEM QUE V...

.. VOLTA, ANA ESTÁS PERDOADA...

.. VII GALA AMÁLIA RODRIGUES

.. SEMPRE O NOSSO FADO

.. TUDO ISTO É FADO

.. ATÉ QUALQUER DIA, AMIGO

.. MARIZA CONFESSA-SE

.. ADEGA MACHADO

.. PARABÉNS JOSÉ MANUEL OSÓR...

.. AMÁLIA RODRIGUES

..links

..tags

.. todas as tags

..tags

.. todas as tags

..links

..pesquisar

 
SAPO Blogs

..subscrever feeds